Renuião Abracorp

Agências de viagens associadas à Abracorp faturaram R$ 3,3 bilhões e cresceram 18,3%.

Dados referentes à movimentação do setor de viagens corporativas no primeiro trimestre de 2014 foram divulgados na última semana, pela Abracorp, no hotel Slaviero Executive Jardins, localizado na zona oeste da capital paulista. Além da apresentação dos resultados, a reunião também foi marcada por uma surpresa feita por Lúcia Mello, gerente de Relacionamento Abracorp da rede hoteleira, para Harumi Burstin, da Flytour, que fez aniversário no mesmo dia.

Além das 32 agências de viagens associadas, o encontro contou com a apresentação oficial de Igor Miranda, novo diretor de Vendas Domésticas da TAM. Acompanhado por seus gerentes sêniores, responsáveis pelo relacionamento com o setor, o executivo aproveitou a oportunidade para renovar o compromisso da companhia aérea no que diz respeito ao atendimento às agências de viagens corporativas.

Luiz Henrique Teixeira, diretor Comercial da Delta Airlines, também prestigiou o encontro e reiterou os números positivos conquistados pela aérea, que atende algo em torno de 165 milhões de passageiros anualmente e opera em 322 destinos, distribuídos em 59 países. De acordo com o diretor, a expectativa é de que, em 2015, a empresa utilize o Aeroporto Internacional de Guarulhos como hub, uma vez que representa o terminal mais movimentado da América Latina.

Principais resultados

O levantamento apontou que, ao longo dos três primeiros meses do ano, as agências de viagens associadas à Abracorp registraram faturamento total de R$ 3,3 bilhões, número que representa crescimento de 18,3% se comparado com o mesmo período de 2013 (R$ 2,8 bilhões).

No que diz respeito ao setor aéreo doméstico, verificou-se incremento de 7,8% na emissão de bilhetes – os números saltaram de 2,1 milhões (2013) para 2,3 milhões de transações. Embora o principal crescimento tenha sido da Avianca (44,5%), a TAM liderou o market share da Abracorp, respondendo por 31,2% das transações.

No quesito vendas, o setor como um todo cresceu 15,4%, registrando um acumulado de mais de R$ 1,3 bilhões. Com participação de mercado de 34,2%, a TAM foi a aérea que mais se destacou, mantendo-se à frente da GOL (30,5%), da Azul (24,2%) e da Avianca (9,8%). Vale ressaltar que a tarifa média aplicada pelas companhias aéreas subiu 9%, girando em torno de R$ 594 – TAM (R$ 650), GOL (R$ 607) e Azul (R$ 565) trabalharam com as tarifas mais elevadas.

O setor aéreo internacional, a partir de um aumento de 3% no preço das passagens aéreas, movimentou uma quantia superior a R$ 996 milhões, número que representa incremento de 18,6% em comparação com o verificado em 2013. De um total de 329.895 bilhetes emitidos no período compreendido entre janeiro e março, a TAM efetuou a maior parte das transações (51.006) e acumulou R$ 159 milhões em vendas, fator que resultou em um market share de 16,1%, o maior do segmento. A American Airlines aparece logo em seguida, com uma fatia de 14,5%.

Cresce demanda por hotéis independentes

No que concerne à hotelaria nacional, a pesquisa deixou claro o contínuo crescimento das pequenas redes e dos hotéis independentes, os quais lideraram as vendas em número de diárias. Juntos, responderam por 63,7% do market share da Abracorp. Accor (9,9%) e Atlantica Hotels International (7,8%) aparecem em seguida. Destaque para a rede BHG/Solare, que registrou elevação de 164,8% em room nights e incremento de 44,6% nas vendas. Dentre os dados mais surpreendentes indicados na pesquisa está o alto volume de reservas na hotelaria, com redução de mais de 30% na diária média, se comparada ao verificado em 2013.

Os meios de hospedagem independentes também foram os mais visados fora do Brasil, somando mais de 78 mil room nights e movimentação superior a R$ 34 milhões. No entanto, a Accor foi a rede que mais se destacou no aumento do número de diárias, atingindo uma variação de 198,5%. Em volume de vendas, o crescimento também foi expressivo, alcançando 163,5%.

Outros serviços

O segmento de locação de automóveis movimentou mais de R$ 60 milhões no primeiro trimestre, índice 38,4% maior do que o consolidado em 2013. A Localiza se manteve como líder absoluta, respondendo por 64,6% das vendas no mercado corporativo. A segunda colocação ficou com “Outras” (17,5%). Completam a relação Hertz (10,4%), Unidas (4,4%) – que cresceu tanto em locações, como nas vendas –, Movida (2%) e Avis 1,1%). A diária média praticada no período trimestre de 2013 cresceu 32%, aproximando-se dos R$ 176.

A pesquisa de vendas apontou, ainda, crescimento significativo do setor de eventos – se comparado com o ano passado, o incremento foi de 32,4%. Este cenário reflete a flexibilidade das agências de viagens corporativas em transitar do mercado emissivo para atender à oferta do receptivo.

Na estratificação da composição dos segmentos, percebe-se que o setor aéreo teve uma queda de sete pontos percentuais, enquanto o setor de serviços registrou crescimento de exatos sete pontos.

“Para quem sabe aproveitar as oportunidades geradas pela Copa do Mundo, a partir dos investimentos corporativos realizados em campanhas de relacionamento com clientes, colaboradores e fornecedores dos mais variados segmentos e nichos de mercado, o megaevento já pode ser considerado um sucesso”, avaliou Gervasio Tanabe, diretor-executivo da Abracorp.

A pesquisa completa estará disponível no menu estatísticas dentro do site da Abracopr a parti do dia 05/05/2014.