De acordo com publicações especializadas do setor, a BTN – Business Travel News, as 100 maiores empresas demandadoras de serviços de viagens corporativas do maior mercado (EUA) do segmento a maioria absoluta, recorre aos serviços de uma TMC.

Não por coincidência nem acaso, o desafio da gestão de viagens corporativas, especialmente diante do atual cenário de adversidades econômicas, e posicionamento das empresas diante do novo ambiente de negócios, impõe estratégias além da redução de custos.

O potencial de benefícios com o gerenciamento de viagens ou Programa de Viagens, de forma consolidada, com a intermediação de uma agência de viagens variam muito em oportunidades e ganhos.

Com a expertise da indústria, a TMC é capaz de avaliar e recomendar: 

  • Gestão do volume aéreo – permite uma avaliação assertiva quanto a recomendação do melhor provedor aéreo, considerando sua cobertura e destinos para o cliente, considerando análise de benchmarking.
  • Gestão do volume hotel – elaboração de estudo de oportunidades tendo em conta mapeando de propriedades mais convenientemente localizadas, com pacote mais competitivo de serviços de conveniência como internet.
  • Serviços terrestres – com o conhecimento de serviços terrestre especializados, operando com fornecedores homologados, a economia no processo de negociação vem com a segurança da execução dos serviços.
  • Avaliação de resultados – a análise do conjunto de ações relacionadas, mas não limitadas a: execução de programas de fornecedores preferenciais da cadeia, taxa de aderência a Política de Viagens, entre outros itens alinhado a inteligência de dados da TMC, é possível ainda identificar economias perdidas.

Os itens resumidos não são de menor importância quando comparado a outros atributos entregues por uma TMC como a tecnologia online, ferramentas de rastreabilidade de viajantes, e aplicação dos benefícios do Traval Analytics que trata do processo de gestão de viagens, cruzando inúmeras possibilidades que permitam a montagem de cenários de melhorias relacionadas à otimização de processos, economia financeira e satisfação dos viajantes.

Esse conjunto resumido de itens de um programa de viagens vêm em media, reduzindo em 25% os custos com viagens das corporações, a exemplo das 100 maiores empresas, sem comprometer alocação de recursos ligados ao seu “core business”.

Enfim, simplificação de processos operacionais; facilidades de suporte às atividades de treinamento de usuários e monitoria eficiente no controle dos programas e políticas de viagens estabelecidas são vantagens comparativas que permitem mitigar riscos e garantem a excelência no padrão de serviços (SLA) por meio da inexorável concentração de uma TMC.

Fonte: Blog Espaço Abracorp