{E0B42F44-94BA-453F-BBF3-98DDF3F40155}_2014-03-17 - Abracorp - Segurança da Informação 012-1890Viagens corporativas
é um mundo complexo e dinâmico. Esse mundo dinâmico fez com que a tecnologia se tornasse tão imprescindível quanto o ar que respiramos.

Junto com ela, a preocupação com a segurança das informações das agências de viagens e dos seus clientes que são transacionadas, diariamente, num ambiente web em constante evolução.

segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de informações, no sentido de preservar o valor que possuem para um indivíduo ou uma organização. São características básicas da segurança da informação os atributos de CONFIDENCIALIDADE, DISPONIBILIDADE, AUTENTICIDADE E INTEGRIDADE dessas informações.

Dada à relevância do tema, continuamente discutida nas reuniões mensais, a ABRACORP organizou no último dia 17, o painel SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO, à bem da verdade, uma continuação do workshop realizado em nov/13, na época, com a presença das quatro principais companhias aéreas nacionais que apresentaram o que cada empresa estava fazendo para evitar as fraudes em seus canais de vendas.

O tema FRAUDE foi o ponto focal desse painel, onde 6 debatedores, Leandro Garcia (ARGO IT), Andre Freller (Reserva Fácil), Tadeu Cunha (Reserve), Daniel Bento (R2TEC), Moisés dos Santos (VISA) e Antônio Souza (Vizir), discutiram as etapas para tentar evitar a ocorrência de gigantescos prejuízos a toda a cadeia. O debate foi dividido em 6 blocos :

  • INDÚSTRIA DA FRAUDE
  • TÉCNICAS DE FRAUDE
  • ENGENHARIA SOCIAL
  • CARTÃO DE CRÉDITO
  • AMBIENTE DA FRAUDE
  • TÉCNICAS ANTI-FRAUDES

Os prejuízos gerados pelas fraudes são bilionários, para cada U$ 1,00 em fraudes sofrido por uma empresa, gasta-se, em média, U$ 2,7 para contenção, correção, prevenção dessa fraude.

Várias são as medidas sugeridas para que as agências evitem as fraudes, mas boa parte (dessas fraudes) pode ser evitada através de orientação às boas práticas. A par das ferramentas de prevenção, conclusão é de que a informação e orientação são base para a proteção de dados das agências.

A ABRACORP está envolvendo as companhias aéreas nacionais no sentido de que as emissões feitas pelas agências de viagens, via portais ou WebService (selfbooking) tenham maior segurança. Nos últimos tempos, fraudadores têm atuado fortemente nesse canal, causando às agências tremendos prejuízos. A proteção deve abranger todos os canais, não só os canais de venda direta das companhias aéreas, é que defende a ABRACORP. Até porque é este canal, o maior gerador de vendas.

Toda a cadeia deve buscar, sempre, disseminar orientação e informação. Essa é a melhor maneira de prevenção.

Um guia de boas práticas foi criado a partir desse debate, que está sendo distribuído a todos os associados da ABRACORP. Porém, por ser um tema de extrema importância a todos da cadeia de viagens, esse material estará sendo compartilhado, na próxima semana, independente do usuário ser ou não, um associado ABRACORP.

Para ter acesso a esse guia, basta se cadastrar no site www.abracorp.org.br. Proteja-se.

A internet está cheia de oportunidades, para o bem ou para o mal.